• Português
  • English
  • notícias

    A corrida e as lesões dermatológicas

    A corrida e as lesões dermatológicas
     
    Uma das modalidades que mais ganha adeptos, principalmente nos grandes centros urbanos, é a corrida – considerada por todos como um esporte democrático, de fácil acesso e capaz de impactar positivamente na qualidade de vida daqueles que o praticam.

    As principais queixas relacionadas à prática da corrida nos consultórios dermatológicos são:

    • bolhas e calosidades nos pés;
    • alterações nas unhas, como quebras e manchas;
    • manchas nos calcanhares
    • aumento doloroso da gordura nas laterais dos pés (herniação gordurosa dolorosa ou pápulas piezogênicas dos pés);
    • lesão nos mamilos (mamilo de corredor);
    • infecções na pele, como “foliculite”, “micoses” e “verrugas”;
    • dermatites e coceiras provocadas por roupas, acessórios e suor.

    Um efeito muito importante é o fotoenvelhecimento, envelhecimento da pele provocado pela exposição contínua ao sol. Por isso recomenda-se:

    – 50% da radiação UVA e UVB se concentram entre 11:30 e 14:30h, devendo-se evitar esse horário para praticar o esporte, além evitar dias com índice UV (Ultra Violeta) alto ou muito alto.

    – A sudorese excessiva aumenta a penetração da radiação na pele, o que também pode ser minimizada com vestuário adequado.

    Tome os cuidados necessários na realização de esportes e visite periodicamente o seu médico dermatologista.

    Deixe seu comentário