Remoção de Lesões Benignas da Pele

atualizado em: 01/03/2024
Tempo de Leitura: 3 minutos
Sumário

Descubra como a remoção de lesões benignas da pele pode aprimorar sua estética e bem-estar. De verrugas a cistos, entenda quando esse procedimento é indicado, como é realizado e os cuidados necessários para uma recuperação tranquila. Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto abaixo.

Dermatologia Estética e Lasers - Remoção de lesões Benignas - Imagem Ilustrativa

Introdução

A pele, o maior órgão do corpo humano, desempenha um papel vital na proteção contra agentes externos, regulação térmica e na percepção sensorial. Suas múltiplas funções a tornam essencial para a saúde. 

No entanto, a pele está sujeita a diversas alterações ao longo da vida, incluindo o desenvolvimento de lesões benignas. Estas podem variar em forma, cor e tamanho, sendo frequentemente inofensivas, mas em alguns casos, a remoção é indicada para garantir a saúde cutânea.

Neste artigo, vamos explorar a remoção de lesões benignas da pele, incluindo o que é, quando é indicada, como é realizada, como é o período pós-operatório e quais os riscos. Leia até o final e saiba mais!

O que são lesões benignas da pele?

Lesões benignas da pele são crescimentos ou alterações na pele que são não cancerígenos, ou seja, não representam um risco significativo de se tornarem câncer. 

Essas lesões podem assumir várias formas, tamanhos e cores e geralmente não se espalham para outras partes do corpo. Algumas lesões benignas comuns incluem:

  • Nevo (ou nevo melanocítico): Também conhecido como pinta. Pode ter diferentes cores, tamanhos e formas. 
  • Queratose seborreica: Também chamada de verruga seborreica. Apresenta-se como uma lesão elevada e áspera na pele. Pode variar em cor, desde rósea, marrom até preto.
  • Lipoma: Tumor de tecido adiposo (gordura). Geralmente é uma protuberância macia, móvel e indolor sob a pele. Pode crescer lentamente ao longo do tempo e, às vezes, ser doloroso.
  • Hemangioma: Formado por uma proliferação anormal de vasos sanguíneos. Pode parecer uma mancha vermelha ou roxa na pele. Alguns hemangiomas são visíveis ao nascimento e podem aumentar de tamanho antes de diminuir com a idade.
  • Cisto epidérmico: Uma protuberância cheia de queratina abaixo da superfície da pele. Geralmente é macio e móvel. Pode ter uma pequena abertura na pele por onde o conteúdo pode extruir.
  • Fibromas moles: Pequenos crescimentos de pele macia e cor da pele. Podem aparecer isolados ou em grupos. Costumam ser inofensivos, mas podem ser removidos se causarem desconforto.
  • Queratoacantoma: Lesão que cresce rapidamente. Geralmente, tem um centro córneo (semelhante a uma crosta) e uma borda elevada.

Embora geralmente não causem problemas graves de saúde, algumas lesões benignas podem ser removidas por razões estéticas, desconforto físico ou preocupações médicas específicas, como suspeita de malignidade.

Quando é indicada a remoção de lesões benignas da pele?

A indicação para a remoção de lesões benignas varia. Em alguns casos, a preocupação estética pode ser o principal motivador, enquanto em outros, a lesão pode causar irritação, dor ou desconforto. Lesões suspeitas de malignidade também podem ser removidas para avaliação.

Como é realizada a remoção de lesões benignas da pele?

O procedimento geralmente envolve a administração de anestesia em creme ou anestesia local para minimizar o desconforto. O método de remoção varia conforme o tipo de lesão e pode incluir excisão cirúrgica, curetagem, crioterapia ou laserterapia. A escolha do método depende da avaliação do dermatologista, considerando fatores como o tipo de lesão, tamanho e localização.

Que cuidados devo ter após a remoção de lesões benignas da pele?

Os cuidados pós-operatórios são cruciais para promover uma recuperação eficiente. Geralmente, os pacientes são orientados a manter a área limpa e seca, aplicar pomadas ou curativos conforme orientação médica, evitar exposição solar direta e seguir uma rotina específica de cuidados para prevenir infecções.

Quais os riscos da remoção de lesões benignas da pele?

Embora a remoção de lesões benignas seja geralmente segura, alguns riscos estão associados ao procedimento. Isso inclui infecções, hemorragias, cicatrizes indesejadas e reações adversas à anestesia. 

Além disso, há eventualmente o risco de recorrência de lesões em alguns casos.

A remoção de lesões benignas da pele é uma opção para melhorar a estética e a saúde dermatológica. A decisão de proceder com a remoção deve ser baseada em uma avaliação completa de um dermatologista experiente, considerando tanto os aspectos estéticos quanto os de saúde. 

Ao seguir os cuidados pós-operatórios e estar ciente dos possíveis riscos, os pacientes podem esperar uma recuperação bem-sucedida.

Foto Dra Natalia
Dra. Natalia Cymrot
CRM: 84332-SP
RQE: 30628 - Dermatologia
Dra. Natalia Cymrot é dermatologista formada e pós graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Dra Natalia Cymrot

Acompanhe no Instagram

O que aprendemos com a história de Natalie? 

O melanoma não é uma doença simples. Agressivo, se não for diagnosticado em fase inicial pode se disseminar para outros órgãos, causando metástase e reduzindo as chances de cura.

Em 2020, durante o tratamento, Natalie postou em sua rede social (nataliefornasier): “Aquelas marcas de bronzeado, aquela pele descascada, a ardência das queimaduras solares - não valem a pena. 
Não vale a pena ser uma estatística ou receber uma onda de destruição em sua vida.”

E você, já parou para pensar nisso?

REPOST @grupobrasileirodemelanoma

#gbm #grupobrasileirodemelanoma #dermatologia #dermatologistas #medicina #oncologia #oncologista #melanoma #patologia #cirurgiaoncologica #cirurgiaplastica #atualização #tratamentooncologico #cancerdepele #conscientização #prevenção #fotoproteção
➡ Descubra como o laser Fotona pode transformar a gordura localizada, flacidez e celulite, proporcionando resultados visíveis e duradouros. Saiba o que esperar do tratamento e como se preparar para otimizar os resultados. 

Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto abaixo!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo WhatsApp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#gorduralocalizada #flacidez #celulite #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
Está enfrentando queda de cabelo inesperada? Você não está sozinha. Muitas pessoas passam por isso, especialmente em momentos de grandes mudanças. Felizmente, temos tratamentos eficazes que podem ajudar!

Siga o nosso perfil para acompanhar as dicas semanais ou acesse o site (link na descrição 👉 @nataliadermatologia).

#quedadecabelo #cabelo #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
🍊 A vitamina C é uma substância muito vista na composição de alguns produtos, além de muitas pessoas falarem sobre essa vitamina. Mas afinal de contas, o que será que a vitamina C faz na pele? A vitamina C, de verdade, é um produto que vale a pena usar?

Nesse post, vamos responder essas perguntas e entender melhor os 3 principais benefícios da vitamina C. Confira!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo Whatsapp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#vitaminac #pele #tratamento #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
🔎 O melasma é uma condição de pele comum, caracterizada pelo surgimento de manchas escuras e irregulares, geralmente no rosto, especialmente nas bochechas, testa, nariz e lábio superior. Felizmente, existem diversos tratamentos disponíveis para ajudar a gerenciar e reduzir a pigmentação irregular da pele, incluindo o uso de substâncias clareadoras, peelings superficiais e microagulhamento.

Neste artigo, abordaremos o uso desses tratamentos no combate ao melasma, oferecendo opções eficazes para promover uma pele mais uniforme e radiante. Leia até o final e saiba mais!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo Whatsapp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#melasma #tratamentos #botox #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
O site https://nataliadermatologia.com.br/ visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Responsável técnico: Dra. Natalia Cymrot CRM: 84332-SP | RQE Nº : 30628 - Dermatologia
DIREITOS RESERVADOS NATALIA CYMROT - DESENVOLVIDO POR SURYAMKT
Entrar em contato via Whatsapp
Entrar em contato via Telefone
magnifiercross