Retirada de Pintas

atualizado em: 21/02/2024
Tempo de Leitura: 4 minutos
Sumário

Saiba como funciona a retirada de pintas, um procedimento dermatológico importante para saúde e estética. Desde indicações e realização até cuidados pós-operatórios, veja como a avaliação médica é necessária em cada uma dessas etapas. Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto abaixo.

Dermatologia Clinica - Retirada de Pintas - imagem ilustrativa

Introdução

A pele, o maior órgão do corpo humano, desempenha papéis cruciais, incluindo proteção contra elementos externos e regulação térmica. As pintas, lesões pigmentadas na pele, são comuns, mas suas alterações podem levantar preocupações. 

Algumas podem indicar condições pré-cancerígenas, enquanto outras podem ser fonte de desconforto estético. Neste contexto, a retirada de pintas se torna uma consideração importante para a saúde e a estética cutânea.

Neste artigo, vamos explorar a retirada de pintas, incluindo o que é, quando é indicada, como é realizada, como é o período pós-operatório e quais os riscos. Leia até o final e saiba mais!

O que são pintas na pele?

Pintas na pele, cientificamente conhecidas como nevos, são lesões pigmentadas compostas por aglomerados de células chamadas melanócitos. 

Essas células produzem melanina, o pigmento responsável pela cor da pele, cabelo e olhos. As pintas podem variar em cor, tamanho e forma.

Pintas são comuns e podem se desenvolver em qualquer parte do corpo. Elas podem ser adquiridas ao longo da vida ou estar presentes desde o nascimento. As características das pintas podem incluir tons que variam de marrom claro a preto, passando pelo róseo avermelhado, bordas regulares ou irregulares, e diâmetros que podem variar.

Embora a maioria das pintas seja benigna, é fundamental monitorar mudanças em sua aparência, como aumento de tamanho, alterações na cor ou irregularidades nas bordas, sangramentos, formação de ulcerações, pois esses podem ser sinais de alerta de condições potencialmente sérias, como o melanoma. 

Em casos de preocupação ou alterações nas pintas, é aconselhável buscar avaliação de um dermatologista para determinar a necessidade de remoção ou acompanhamento mais cuidadoso.

Quando é indicada a retirada de pintas na pele?

A indicação para a retirada de pintas na pele pode variar e geralmente é baseada em uma avaliação cuidadosa do dermatologista. Alguns motivos comuns para a retirada incluem:

  • Mudanças suspeitas: se uma pinta apresenta alterações em sua cor, tamanho, forma ou bordas, isso pode indicar um sinal de alerta.
  • Irregularidades estéticas: quando as pintas causam desconforto estético ou interferem na autoestima do paciente, a remoção pode ser considerada.
  • Histórico familiar de melanoma: indivíduos com histórico familiar de melanoma podem optar pela retirada preventiva de pintas para reduzir o risco.
  • Irritação ou desconforto físico: pintas que causam irritação, coceira ou desconforto físico podem ser removidas para alívio.
  • Avaliação dermatológica: uma avaliação dermatológica regular pode levar à remoção de pintas suspeitas para prevenir potenciais problemas de saúde.

A decisão de retirar uma pinta é individualizada e deve ser discutida com um dermatologista, considerando as características específicas da pinta e as preocupações do paciente.

Como é realizada a retirada de pintas na pele?

A retirada de pintas é um procedimento dermatológico que visa extrair estas lesões pigmentadas na pele. Essas lesões podem ser nevos displásicos (pintas atípicas), pintas suspeitas de melanoma, ou aquelas benignas que causam somente desconforto físico ou estético. 

A retirada é frequentemente realizada sob anestesia local e excisão cirúrgica, curetagem, eletrocauterização ou ablação a laser, dependendo da natureza da pinta.

Que cuidados devo ter após a retirada de pintas na pele?

Após a retirada da pinta, é crucial seguir os cuidados pós-operatórios recomendados. Isso pode incluir manter a área limpa e protegida, aplicar pomadas ou curativos conforme orientação médica e evitar exposição solar direta. 

A prevenção de infecções é fundamental, e qualquer sinal de complicações deve ser comunicado ao dermatologista imediatamente.

Quais os riscos da remoção da retirada de pintas na pele?

Embora a retirada de pintas seja geralmente segura quando realizada por dermatologistas qualificados, alguns riscos podem estar presentes. 

Isso inclui a possibilidade de infecções, hemorragias, cicatrizes indesejadas e, em casos raros, a necessidade de procedimentos adicionais se a pinta removida for diagnosticada como maligna, ou seja, cancerígena.

A decisão de remover uma pinta deve ser baseada em avaliação cuidadosa do dermatologista, considerando sinais de alerta e preocupações do paciente. 

Ao seguir os cuidados pós-operatórios e estar ciente dos riscos potenciais, os pacientes podem beneficiar-se tanto da perspectiva estética quanto da saúde ao preservar a integridade da pele. 

Uma das melhores maneiras de acompanhar e indicar possíveis retiradas de pintas suspeitas, é o exame de dermatoscopia e mapeamento de nevos, realizado na clínica. A médica que realiza este exame é uma das maiores especialistas do país nisto, e permite uma maior acurácia na detecção de lesões potencialmente perigosas.

Trata-se de um exame de imagem, com realização de fotografias especiais das pintas, que serão analisadas posteriormente para a indicação de possíveis necessidades de retirada das lesões examinadas. 

Foto Dra Natalia
Dra. Natalia Cymrot
CRM: 84332-SP
RQE: 30628 - Dermatologia
Dra. Natalia Cymrot é dermatologista formada e pós graduada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Dra Natalia Cymrot

Acompanhe no Instagram

🌬 Com a chegada do frio, é comum surgirem problemas de pele, como a pele seca. Essa condição pode causar muito desconforto, como coceira e irritação. Entender por que isso acontece e adotar cuidados específicos pode ajudar a proteger e manter a saúde da sua pele durante os meses mais frios.

Neste texto, vamos dar algumas dicas essenciais para manter a pele hidratada e bem cuidada durante o inverno. Confira!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo Whatsapp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#peleseca #pelesecanoinverno #inverno #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
🔎 Descubra tudo sobre a dermatite atópica, uma condição que causa desconforto e impacta a qualidade de vida. Entenda seus sintomas, tratamentos convencionais e a promissora fototerapia como nova abordagem no combate a essa condição. Entenda mais sobre esse assunto lendo o texto no blog!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo WhatsApp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#fototerapia #dermatiteatopica #dermatite #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
➡ Se você está lidando com verrugas virais, saiba que existem diversas opções de tratamento disponíveis para ajudar a eliminar essas lesões incômodas. Confira esse reels para saber quais são elas.

É importante ressaltar que o tratamento ideal pode variar de acordo com o tipo e localização das verrugas, bem como a resposta individual de cada paciente. Por isso, é essencial consultar um dermatologista para avaliação e orientação personalizada.

⚠ Não deixe que as verrugas atrapalhem sua qualidade de vida. Procure ajuda profissional e inicie o tratamento adequado para se livrar delas de uma vez por todas!

Siga o nosso perfil para acompanhar as dicas semanais ou acesse o site (link na descrição 👉 @nataliadermatologia).

#verrugaviral #verruga #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
👩🏼‍🦰 Você já ouviu falar sobre alopecia areata? É uma condição autoimune que afeta os folículos pilosos, levando à queda de cabelo no couro cabeludo e no corpo. Além dos desafios físicos, a doença pode abalar a autoestima e o bem-estar emocional dos pacientes. Felizmente, há uma boa notícia: a Anvisa aprovou recentemente o Ritlecitinib, uma nova opção de tratamento para essa condição.

Neste artigo, vamos explorar mais sobre a alopecia areata e como essa nova medicação pode oferecer esperança aos pacientes. Confira!

Link está na descrição 👉 @nataliadermatologia

✅ Eu sou a Dra. Natalia Cymrot CRM 84.332, Dermatologista Clínica, Pediátrica, Cirúrgica, Laser e Estética, e vou explicar para vocês.

Para marcar consultas, entre em contato conosco pelo Whatsapp (link na descrição) ou 📞 (11) 99386-0675

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe nos comentários! ⤵ E compartilhe o post em suas redes sociais.

#alopeciaareata #alopecia #estetica #dermatologista #dermatologiaclinica #dermatología
💕 Que o amor floresça ainda mais neste Dia dos Namorados! 

#namorados #diadosnamorados
O site https://nataliadermatologia.com.br/ visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Responsável técnico: Dra. Natalia Cymrot CRM: 84332-SP | RQE Nº : 30628 - Dermatologia
DIREITOS RESERVADOS NATALIA CYMROT - DESENVOLVIDO POR SURYAMKT
Entrar em contato via Telefone
magnifiercross