Dra Natalia Cymrot

Blog

Quais os benefícios da drenagem linfática?

A drenagem linfática ajuda a reduzir a celulite

A drenagem linfática é uma massagem, um conjunto de manobras manuais que visa eliminar do corpo o excesso de líquidos e toxinas acumulados. 

 

É como se nosso corpo fosse um quintal que tem vários ralos. Então, através da massagem, a gente bombeia os líquidos do corpo para esses ralos, de forma que sejam eliminados pela urina. 

 

Então, estimulando o sistema linfático, a linfa (líquidos) é encaminhada para os gânglios linfáticos (ralos) e, consequentemente, eliminada do corpo. 

 

Isso faz com que diminua o inchaço das pernas, melhora a circulação e também o funcionamento intestinal, além de conferir uma sensação de bem-estar deliciosa e o relaxamento do corpo. 

 

Além disso, é um tratamento que auxilia na melhora da celulite, na redução da gordura localizada, melhora a ação anti-inflamatória do organismo e o sistema imunológico, além de ajudar a regenerar os tecidos.

São muitos benefícios! 


Sua pele está com cravos e espinhas, principalmente por causa do uso das máscaras? Então clique aqui e saiba como a limpeza de pele pode ajudar a melhorar seu rosto. 

 

Como é feita a drenagem?

 

Cada região do corpo tem as suas manobras específicas, mas em todas elas o movimento termina nos gânglios linfáticos (linfonodos). 

 

As áreas em que os linfonodos são estimulados durante a drenagem são: 

 

  • virilhas;
  • axilas;
  • atrás dos joelhos;
  • atrás das orelhas;
  • parte posterior da cabeça;
  • têmporas;
  • laterais do pescoço;
  • abaixo da mandíbula e do queixo;

 

Também é possível fazer drenagem facial e reduzir o inchaço na área dos olhos, por exemplo. Também pode ser indicada no tratamento pós-operatório de cirurgias plásticas, conforme indicação do médico cirurgião, tanto em face quanto em corpo.  

 

Mas, para que se consiga aproveitar ao máximo tudo que a drenagem linfática tem a oferecer, é fundamental que ela seja realizada por um profissional capacitado e experiente.

Por exemplo, você não deve sentir dor na drenagem ou após a sessão, muito menor ter hematomas. Apesar de firmes, as manobras não são fortes a ponto de machucar.  

 

Não existe uma quantidade mínima ou máxima de sessões, mas é um tratamento que deve ser feito com regularidade. Em geral, o indiciado é de 1 a 3 sessões por semana. 

 

Também não há necessidade de prescrição médica para a realização do tratamento, mas é importante conversar com o médico, caso você tenha problemas circulatórios, vasculares, cardíacos e hipertensão, assim como alguma infecção e em meio ao tratamento quimioterápico.

As gestantes, em especial, podem se sentir muito melhores realizando as drenagens frequentemente.  

 

Então, se você nunca fez uma drenagem linfática, agende seu horário e venha experimentar! E se você já fez e deseja retomar as massagens, agende agora mesmo a sua sessão! 

 

Agende uma consulta por WhatsApp

Procure por outras dicas